Resignação de Samuel, afinal de contas o que isso tem haver com o Profeta Samuel. Quer saber mais vamos conferir o artigo abaixo.

Olá seja muito bem vindo caro leitor. Preciso entender afinal de contas o que é resignação para compreendermos melhor a exposição que será apresentada aqui.

O que é Resignação

No dicionário a palavra resignação tem dois sentidos vejamos abaixo:

1.) submissão à vontade de alguém ou ao destino.
2.) demissão voluntária de um cargo.

Com base as informações acima, conseguimos identificar o que isso tem a ver com o profeta Samuel. Samuel se encaixa perfeitamente nos dois sentidos mostrado acima. Vamos ver na bíblia os dois pontos apresentados acima, a submissão de Samuel à  Deus e sua resignação ao cargo, dessa forma você irá compreender, o que é resignação na Bíblia?

A submissão do Profeta Samuel à Deus

Podemos verificar aqui de inicial a resignação de Samuel à Deus no primeiro livro de Samuel do capítulo 3 versículo de número 1, vejamos:

E o jovem Samuel servia ao SENHOR perante Eli; e a palavra do SENHOR era de muita valia naqueles dias; não havia visão manifesta.
1 Samuel 3:1

Não vou colocar aqui em nosso artigo como Samuel parou no templo e se tornou um discípulo de Eli, podemos deixar isso para um outro artigo. Pois bem vimos acima que o profeta Samuel servia a Deus, junto a Eli que era o sacerdote da época.

Samuel ouve a Deus

Samuel ainda muito novo, teve o seu primeiro encontro com Deus, vejamos como foi o encontro.

E sucedeu, naquele dia, que, estando Eli deitado no seu lugar (e os seus olhos começavam a escurecer, pois não podia ver), E estando também Samuel já deitado, antes que a lâmpada de Deus se apagasse no templo do Senhor, onde estava a arca de Deus, O Senhor chamou a Samuel, e disse ele: Eis-me aqui.

E correu a Eli, e disse: Eis-me aqui, porque tu me chamaste. Mas ele disse: Não te chamei eu, torna a deitar-te. E foi e se deitou.

E o Senhor tornou a chamar outra vez a Samuel, e Samuel se levantou, e foi a Eli, e disse: Eis-me aqui, porque tu me chamaste. Mas ele disse: Não te chamei eu, filho meu, torna a deitar-te.
Porém Samuel ainda não conhecia ao Senhor, e ainda não lhe tinha sido manifestada a palavra do Senhor.

O Senhor, pois, tornou a chamar a Samuel terceira vez, e ele se levantou, e foi a Eli, e disse: Eis-me aqui, porque tu me chamaste. Então entendeu Eli que o Senhor chamava o jovem.

Por isso Eli disse a Samuel: Vai deitar-te e há de ser que, se te chamar, dirás: Fala, Senhor, porque o teu servo ouve. Então Samuel foi e se deitou no seu lugar.

Então veio o Senhor, e pôs-se ali, e chamou como das outras vezes: Samuel, Samuel. E disse Samuel: Fala, porque o teu servo ouve. E disse o Senhor a Samuel: Eis que vou fazer uma coisa em Israel, a qual todo o que ouvir lhe tinirão ambos os ouvidos.

Naquele mesmo dia suscitarei contra Eli tudo quanto tenho falado contra a sua casa, começarei e acabarei. Porque eu já lhe fiz saber que julgarei a sua casa para sempre, pela iniqüidade que ele bem conhecia, porque, fazendo-se os seus filhos execráveis, não os repreendeu.

Portanto, jurei à casa de Eli que nunca jamais será expiada a sua iniqüidade, nem com sacrifício, nem com oferta de alimentos. E Samuel ficou deitado até pela manhã, e então abriu as portas da casa do Senhor; porém temia Samuel relatar esta visão a Eli.

Então chamou Eli a Samuel, e disse: Samuel, meu filho. E disse ele: Eis-me aqui.
E ele disse: Qual é a palavra que te falou? Peço-te que não ma encubras; assim Deus te faça, e outro tanto, se me encobrires alguma palavra de todas as que te falou.Então Samuel lhe contou todas aquelas palavras, e nada lhe encobriu. E disse ele: Ele é o Senhor; faça o que bem parecer aos seus olhos.

E crescia Samuel, e o Senhor era com ele, e nenhuma de todas as suas palavras deixou cair em terra. E todo o Israel, desde Dã até Berseba, conheceu que Samuel estava confirmado por profeta do Senhor.

E continuou o Senhor a aparecer em Siló; porquanto o Senhor se manifestava a Samuel em Siló pela palavra do Senhor.
1 Samuel 3:2-21

Podemos observar aqui nos versículos de 19 a 20 Samuel foi um grande profeta de Deus e serviu realmente a Deus e todos os seus propósitos, Samuel de fato ele era submisso à vontade de Deus.

A resignação de Samuel sobre seu cargo.

Em algumas tradução bíblica como da Sociedade bíblica do Brasil e Nova Versão Internacional associa o capítulo de número 12 a resignação de Samuel referente ao seu cargo. Preciso entender qual era o momento e compreender de fato o que Samuel quis deixar claro no versículo de número 12.

Pois bem o povo da Israel naquela época eles não queriam mais servir a Deus por intermédio das palavras de um profeta, o povo deseja ter um rei. Pois bem o próprio Deus foi ter um encontro com Samuel e disse isso a ele vejam:

Quando, porém, disseram: “Dá-nos um rei para que nos lidere”, isto desagradou a Samuel; então ele orou ao SENHOR. E o Senhor lhe respondeu: “Atenda a tudo o que o povo está lhe pedindo; não foi a você que rejeitaram; foi a mim que rejeitaram como rei.

Assim como fizeram comigo desde o dia em que os tirei do Egito, até hoje, abandonando-me e prestando culto a outros deuses, também estão fazendo com você. Agora atenda-os; mas advirta-os solenemente e diga-lhes que direitos reivindicará o rei que os governará”.
1 Samuel 8:6-9

Podemos entender claramente que o povo não queria ser mais conduzido por Deus, pois era Deus sempre por intermédio do profeta que anunciava as coisas, e que a partir de agora o povo estava na mão de um rei que eles escolheram.

Pois bem Samuel agora já velho e observado tudo que o povo fazia e inclusive agora o Rei elegido por eles então ele resigna o seu cargo, vejamos no capítulo 12.

Profeta Samuel, ungindo Saul a Rei de Israel

Samuel disse a todo Israel: “Atendi tudo o que vocês me pediram e estabeleci um rei para vocês.
Agora vocês têm um rei que os governará. Quanto a mim, estou velho e de cabelos brancos, e meus filhos estão aqui com vocês. Tenho vivido diante de vocês desde a minha juventude até agora.

Aqui estou. Se tomei um boi ou um jumento de alguém, ou se explorei ou oprimi a alguém, ou se das mãos de alguém aceitei suborno, fechando os olhos para sua culpa, testemunhem contra mim na presença do Senhor e do seu ungido. Se alguma dessas coisas pratiquei, eu farei restituição”.
E responderam: “Você não nos explorou nem nos oprimiu. Você não tirou coisa alguma das mãos de ninguém”.

Samuel lhes disse: “O Senhor é testemunha diante de vocês, e bem como o seu ungido é hoje testemunha de que vocês não encontraram culpa alguma em minhas mãos”. E disseram: “Ele é testemunha”.

Então Samuel disse ao povo: “O Senhor designou Moisés e Arão e tirou os seus antepassados do Egito.
Agora, pois, fiquem aqui, porque vou entrar em julgamento com vocês, perante o Senhor, com base nos atos justos realizados pelo Senhor em favor de vocês e de seus antepassados.
Depois que Jacó entrou no Egito, eles clamaram ao Senhor, e ele enviou Moisés e Arão para tirar seus antepassados do Egito e os estabelecer neste lugar.

Seus antepassados, porém, se esqueceram do Senhor seu Deus; então ele os vendeu à Sísera, o comandante do exército de Hazor, e aos filisteus e ao rei de Moabe, que lutaram contra eles.
Eles clamaram ao Senhor, dizendo: ‘Pecamos, abandonando o Senhor e prestando culto aos baalins e aos postes sagrados. Agora, porém, liberta-nos das mãos dos nossos inimigos, e nós prestaremos culto a ti’.

Então o Senhor enviou Jerubaal, Baraque, Jefté e Samuel, e os libertou das mãos dos inimigos que os rodeavam, de modo que vocês viveram em segurança. Quando, porém, vocês viram que Naás, rei dos amonitas, estava avançando contra vocês, então me disseram: ‘Não! Escolha um rei para nós’, embora o Senhor, o seu Deus, fosse o rei.

Agora, aqui está o rei que vocês escolheram, aquele que vocês pediram; o Senhor deu um rei a vocês.
Se vocês temerem, servirem e obedecerem ao Senhor, e não se rebelarem contra suas ordens, e, se vocês e o rei que reinar sobre vocês seguirem o Senhor, o seu Deus, tudo lhes irá bem!
Todavia, se vocês desobedecerem ao Senhor e se rebelarem contra o seu mandamento, sua mão se oporá a vocês da mesma forma como se opôs aos seus antepassados.

Agora, preparem-se para ver este grande feito que o Senhor vai realizar diante de vocês!
Agora não é a época da colheita do trigo? Pedirei ao Senhor que envie trovões e chuva para que vocês reconheçam que fizeram o que o Senhor reprova totalmente, quando pediram um rei”.
Então Samuel clamou ao Senhor, e naquele mesmo dia o Senhor enviou trovões e chuva. E assim todo o povo temeu grandemente o Senhor e Samuel.

E todo o povo disse a Samuel: “Ore ao Senhor seu Deus em favor dos seus servos, para que não morramos, pois a todos os nossos pecados acrescentamos o mal de pedir um rei”.
Respondeu Samuel: “Não tenham medo. De fato, vocês fizeram todo esse mal, mas não deixem de seguir o Senhor, antes, sirvam o Senhor de todo o coração.

Não se desviem, para seguir ídolos inúteis, que não têm qualquer proveito nem podem livrá-los, pois são inúteis. Por causa de seu grande nome o Senhor não os rejeitará, pois o Senhor teve prazer em torná-los o seu próprio povo.
E longe de mim esteja pecar contra o Senhor, deixando de orar por vocês. Também lhes ensinarei o caminho que é bom e direito.

Somente temam o Senhor e o sirvam fielmente de todo o coração; e considerem as grandes coisas que ele tem feito por vocês. Todavia, se insistirem em fazer o mal, tanto vocês quanto o seu rei serão destruídos”.
1 Samuel 12:1-25

Você gostou deste artigo?

Você pode ter mais informações na página de sermões onde traz inúmeros sermões e introduções de outras cartas.

Você não conhece a Igreja Restauração e Vida? Em nossa página de contato você encontra nosso endereço e nosso telefone, venha nos fazer uma visita e participe conosco em nossos cultos.

Não esqueça também de compartilhar esse artigo com outras pessoas clicando nos botões de compartilhamento abaixo.

Compartilhe na sua rede social favorita